Home Geral Presidente Lula e ministro Waldez Góes vão ao RS acompanhar ações de resposta à população atingida pelas chuvas

Presidente Lula e ministro Waldez Góes vão ao RS acompanhar ações de resposta à população atingida pelas chuvas

0
Presidente Lula e ministro Waldez Góes vão ao RS acompanhar ações de resposta à população atingida pelas chuvas
Presidente Lula e ministro Waldez Góes vão ao RS acompanhar ações de resposta à população atingida pelas chuvas

Comitiva presidencial estará no estado nesta quinta-feira (2). Equipe da Defesa Civil Nacional está em campo para acelerar os processos de solicitação e liberação de recursos federais para ações de socorro e assistência humanitária

 

Brasília (DF) – Em comitiva com o presidente Lula, o ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, vai acompanhar, nesta quinta-feira (2), as ações do Governo Federal para apoiar o estado do Rio Grande do Sul, afetado pela chuva intensa dos últimos dias. O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Wolnei Wolff, também vai para o estado gaúcho.
Técnicos do Grupo de Apoio a Desastres (Gade), da Defesa Civil Nacional, foram enviados para atuar nos locais mais atingidos pela chuva. Até a publicação desta matéria, foram registradas dez mortes, 3.416 pessoas desalojadas e 113 municípios afetados. Nenhum decreto de situação de emergência foi publicado até o momento.
“A equipe do Gade trabalha em conjunto com as defesas civis municipais e estadual, para acelerar os processos de solicitação e liberação de recursos federais para ações de socorro e assistência humanitária. Neste primeiro momento, o foco é agilizar o reconhecimento federal de situação de emergência ou estado de calamidade pública dos municípios”, explica o coordenador-geral de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil Nacional, Tiago Molina Schnorr.
O estado já registrou ocorrências geohidrológicas, principalmente inundações e alagamentos, além de relatos de pessoas ilhadas em vários municípios. A usina hidrelétrica de Dona Francisca entrou em nível de emergência e todos os acessos às usinas e barragens de Castro Alves, Monte Claro e 14 de Julho foram interrompidos.
Apoio operacional
Nesta quarta-feira (1), uma nova reunião do Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil foi realizada com agências federais para discutir as novas condições meteorológicas, o trabalho das equipes em campo e outras ações de resposta ao desastre. Participaram da reunião representantes do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (Ana), Ministério da Saúde, Ministério do Desenvolvimento Social, defesas civis municipais, entre outras agências.
A pedido do Governo do Rio Grande do Sul, a Defesa Civil Nacional também solicitou apoio operacional das Forças Armadas para auxiliar nas ações de busca e resgate de vítimas e desobstrução de estradas. Duas aeronaves da Força Aérea Brasileira já operam na região e outras duas do Exército Brasileiro estão em deslocamento para o estado. O Ministério da Defesa também solicitou mais oito aeronaves para prestar apoio.

Assessoria de Comunicação Social
(61) 2034-5498/ 2034-5399

Site oficial

 

  • https://server2.webradios.com.br:19142/9142
  • Rádio Barão 105.9 FM
  • Rádio On Line