EQUIPE DO CTG RANCHO AMIGO, DE BARÃO DE COTEGIPE, CONQUISTA O TORNEIO DE TRUCO CEGO DA 34ª FECARS

9

EQUIPE DO CTG RANCHO AMIGO, DE BARÃO DE COTEGIPE, CONQUISTA O TORNEIO DE TRUCO CEGO DA 34ª FECARS

Na última semana, entre os dias 21 e 24 de março, ocorreu em Esteio, na região metropolitana, a 34ª Festa Campeira do Estado do Rio Grande do Sul (FECARS), onde as diversas regiões tradicionalistas do estado competiram entre si, em provas campeiras e esportivas.

A FECARS é um dos eventos de abrangência estadual, organizado pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho, o MTG, que une tradição e competição, em uma mistura de gerações de tradicionalistas.

Nesta festa gaúcha as melhores equipes de cada região tradicionalista competem entre si, em provas campeiras, como o tiro de laço e a gineteada, e esportivas, onde inclui-se o truco cego. O truco cego, ou “truco da fronteira”, como popularmente é chamado, é um esporte gaúcho, onde trios de atletas disputam pontos com outras equipes, em um jogo de cartas regado de estratégias e costumes. O esporte é regulamentado pelo MTG, que organiza e coordena esta modalidade durante a FECARS, através da sua Comissão de Esportes. O torneio deste ano foi chamado de “Manoelito Carlos Savaris”, em homenagem ao ex-presidente do MTG, que faleceu em junho de 2023, mas deixou um legado à frente do tradicionalismo gaúcho.

As provas de truco do FECARS foram disputadas entre os dias 23 e 24, nas dependências do parque da EXPOINTER, em Esteio. Participaram do torneio 44 equipes de todo o Estado, das quais, quatro eram da 19ª Região Tradicionalista, com sede em Erechim. As equipes da região foram representadas pelos CTG’s Sentinela da Querência, de Erechim, Sinuelo dos Ervais, de Gaurama, e Rancho Amigo, de Barão de Cotegipe.

Ao final das provas de truco, sagraram-se campeões os atletas Caíque Rosset, Daniel Galiano, Luis Fernando Sorensen e Cassiano Estevan, do CTG Rancho Amigo, que em uma trajetória impecável no referido torneio, somaram sete vitórias, em oito partidas disputadas. Os campeões destacaram a importância do apoio de sua entidade, da 19ª Região Tradicionalista, e dos companheiros de torneio dos demais centros de tradição gaúcha, que acompanharam o torneio até seu final, sempre apoiando e orientando os atletas.

A presente conquista recoloca a 19ª Região Tradicionalista no cenário estadual da modalidade, e deverá atrair novos atletas e fomentar a cultura gaúcha na região.

Artigo anteriorOvo de Páscoa de colher de Nutella com leite ninho
Próximo artigoGoverno antecipa décimo terceiro de aposentados e pensionistas