Home Política Candidatos à presidência priorizam saúde e educação nos planos de governo

Candidatos à presidência priorizam saúde e educação nos planos de governo

0
Candidatos à presidência priorizam saúde e educação nos planos de governo

Dos onze presidenciáveis, sete mencionam as palavras saúde e educação mais vezes do que outros temas no documento de campanha
Entre os planos de governo dos presidenciáveis, as palavras saúde e educação são as mais mencionadas por sete dos onze candidatos. A CNN levantou o número de citações de cinco palavras: saúde, educação, fome, economia e segurança, nos documentos apresentados por cada um dos elegíveis ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O plano de governo deve contemplar as grandes linhas de ação de cada área de atuação da administração pública. As propostas devem ser baseadas em evidências colhidas em informações, análises, conclusões e documentos.
A saúde foi a palavra mais citada nos planos de governo de três presidenciáveis. No documento de 19 páginas, Sofia Manzano (PCB) citou o termo por cerca de 30 vezes.

Já Simone Tebet (MDB) usou a palavra 22 vezes ao longo das 48 páginas do plano de governo e Felipe D’Ávila (Novo) mencionou o item por 46 vezes no documento de 36 páginas.

Em relação à educação, três candidatos mencionaram mais esta palavra do que as outras avaliadas. No projeto de 12 páginas, Léo Péricles (UP) cita 19 vezes. O candidato do PTB, Padre Kelmon, disse a palavra oito vezes ao longo das 12 páginas do plano de governo. Vera Lúcia (PSTU) fala 17 vezes em educação em seu projeto de 26 páginas.

Fonte: CNN Brasil

  • https://server2.webradios.com.br:19142/9142
  • Rádio Barão 105.9 FM
  • Rádio On Line