204 mil famílias estão aprovadas no Auxílio Reconstrução

7

204 mil famílias estão aprovadas no Auxílio Reconstrução

 

Para terem acesso aos R$ 5,1 mil, em parcela única, as famílias precisam confirmar os dados cadastrados pelas prefeituras no site do auxílio

Brasília (DF) –O número de famílias gaúchas aprovadas no Auxílio Reconstrução chegou a 204,1 mil desde a criação do benefício, no dia 15 de maio. Para terem acesso aos R$ 5,1 mil, em parcela única, as famílias precisam confirmar os dados cadastrados pelas prefeituras no site. Após a validação, as informações são enviadas para a Caixa Econômica Federal, responsável pelo depósito.
O recurso pode ser utilizado da forma que as vítimas acharem melhor. “As famílias podem comprar cama, geladeira, fogão ou o que acharem mais importante, o critério é delas”, afirma o ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, reforçando que o trabalho das prefeituras deve ser contínuo para que mais famílias sejam aprovadas no benefício. “Os municípios podem e devem alimentar o sistema o tempo todo. Nosso objetivo é agilizar o processo de liberação do recurso”, completa.
A previsão é de que cerca de um milhão de pessoas sejam beneficiadas com o auxílio. “Nossa meta é aprovar cerca de 240 mil famílias e vamos concluir isso nas próximas semanas. É fundamental que as famílias tenham acesso ao dinheiro e comecem a reconstruir a vida o mais rapidamente possível”, acrescenta.
Auxílio Reconstrução
O Auxílio Reconstrução foi criado pela Medida Provisória nº 1.219, editada no dia 15 de maio pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A Portaria nº 1.774, que regulamenta a MP, foi publicada no dia 21 de maio.

Com o benefício, famílias desalojadas ou desabrigadas garantiram o direito ao valor de R$ 5,1 mil para ajudar na recuperação de bens perdidos nas enchentes. Ao todo, 444 cidades gaúchas podem solicitar o valor para as famílias.
Tire as principais dúvidas sobre o Auxílio Reconstrução aqui.
Situação atual
Até a publicação desta matéria, foram registradas 175 mortes no Rio Grande do Sul. Atualmente, há 38 pessoas desaparecidas, 422.753 desalojadas e 12.660 em abrigos. O número de resgate de animais chegou a 15.093 e, até agora, 478 municípios foram afetados pela chuva.
Para apoiar o estado gaúcho, o Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR) aprovou, até o momento, R$ 476,8 milhões e 572 planos de trabalho para atender 233 municípios afetados pelo desastre.

 

 Assessoria de Comunicação Social
(61) 2034-5498/ 2034-5399
imprensa@mdr.gov.br

Artigo anteriorRisoto de Pinhão 
Próximo artigoNovo edital de leilão de arroz sai em até dez dias, diz Paulo Teixeira