Morre mochileiro que percorreu mais de 36 mil km pelo Brasil e se acidentou na etapa final da viagem em MS

Natural de Pelotas (RS), Tiago Escarcell Boher, 31 anos, morreu nesta sexta. Com espírito aventureiro, ele teve o sonho interrompido em um acidente na terça-feira (16). Horas antes da tragédia, rapaz comemorou viagem nas redes sociais. Ele viajava com a namorada.

   O mochileiro Tiago Escarcell Boher, de 31 anos, morreu nesta sexta-feira (19), na Santa Casa de Campo Grande (MS). O jovem, que viajou 36 mil quilômetros pelo Brasil, sofreu um acidente grave, na BR-060, em Paraíso das Águas (MS), na terça-feira (16) e teve a perna amputada. A namorada dele, de 19 anos, está internada em estado grave no mesmo hospital.

   Tiago teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. Natural de Pelotas (RS), ele morreu às 7h55.

   O casal estava na etapa final da realização de um sonho: viajar por todos os estados do país em uma motocicleta.

   Após oito meses e 13 dias na estradas, Tiago e Jennifer iriam concluir o mochilão pelo Brasil em Mato Grosso do Sul. A irmã da vítima, Fabiane Bohrer, disse ao g1 que o rapaz sempre teve o apoio da família.

Como foi o acidente

   Segundo o boletim de ocorrência, um motociclista de 63 anos, que estava em uma motocicleta de luxo, tentou ultrapassar um caminhão em local proibido e bateu de frente na moto do casal de mochileiros. Com a batida, Tiago e Jennifer foram arremessados para a margem da rodovia. O motociclista que causou o acidente foi atingido por uma carreta e morreu no local.

Fonte: G1

Artigo anteriorEstudo mostra desigualdade racial em indicadores de educação, saúde e trabalho no RS
Próximo artigoPolpetone ou almondegas ao molho