Presos suspeitos de integrar grupo que usa drone para enviar drogas e dinheiro para presídios no RS

Polícia apreendeu drone avaliado em mais de R$ 100 mil que continha dois pacotes prontos para entrega com R$ 30 mil em dinheiro, drogas, celulares, perfume e bebida alcoólica.

A Polícia Civil cumpre, na manhã desta sexta-feira (19), mandados de busca e apreensão em operação contra grupo suspeito de utilizar drones para entregar dinheiro, celulares e drogas em presídios do Rio Grande do Sul. Quatro pessoas foram presas em flagrante. Outras oito já haviam sido presas por suspeita de participar do esquema no decorrer das investigações.

São cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em Eldorado do SulGravataíPorto Alegre e Portão.

A polícia apreendeu dois drones nesta sexta. Em um deles, avaliado em mais de R$ 100 mil, estavam dois pacotes prontos para entrega com R$ 30 mil em dinheiro, drogas, celulares, perfume e bebida alcoólica. Outro drone apreendido estava enterrado em Gravataí.

A operação desta sexta é a terceira e última fase de medidas cautelares na investigação realizada contra esse crime organizado. O diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana, delegado Mario Souza destaca que o esquema sofisticado de entrega chama a atenção das forças policiais.

Fonte: Giovani Grizotti, RBS TV, G1

Artigo anteriorTorta de Ovomaltine
Próximo artigoSecretaria da Cultura do RS promove eventos para celebrar o Dia da Consciência Negra