Assembleia aprova fim da pensão vitalícia de ex-governadores no Rio Grande do Sul

Assembleia aprova fim da pensão vitalícia de ex-governadores no Rio Grande do Sul

Proposta revoga lei de 1979. Autor estima que pagamentos representem R$ 6 milhões, ao ano
Os deputados aprovaram, por 49 votos favoráveis e um contrário – deputada Patrícia Alba (MDB), na noite desta terça-feira, o projeto que prevê o fim da concessão de pensões a ex-governadores e viúvas no Rio Grande do Sul. A proposta de Pedro Pereira (PSDB) buscou a revogação da lei nº 7.285, de 23 de julho de 1979, que trata da pensão vitalícia. O projeto ainda depende da sanção do governador Eduardo Leite.

“São nove ex-governadores e quatro viúvas que recebem mensalmente, cada um, mais de R$ 32 mil e com direito ao 13° salário. É uma vergonha. Todos sem exceção recebem outras remunerações. São R$ 6 milhões, ao ano, que o estado gasta para bancar estes privilégios”, afirmou Pedro Pereira. “É uma oportunidade de mostrar quem é quem e quem está ao lado do povo ou não”. Pela atual legislação, o governador Eduardo Leite (PSDB) terá direito a um pensão pelo período de quatro anos ao deixar o cargo.

Fonte: Correio do Povo

Artigo anteriorBOLO DE CAÇAROLA FÁCIL
Próximo artigoTORTA DE FRANGO CREMOSA