Excesso de velocidade foi a principal infração nas rodovias federais da região no feriadão

0
863

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou nesta terça-feira (1º) a Operação Dia do Trabalhador, que iniciou na sexta-feira (27). Durante os cinco dias, policiais rodoviários federais reforçaram a fiscalização nos trechos com maiores índices de acidentes, com atenção especial àquelas infrações que causam o maior número de vítimas no trânsito: embriaguez ao volante, excesso de velocidade e ultrapassagem indevida.

A operação contou com ações de educação para o trânsito, através de palestras dirigidas a condutores e passageiros que transitavam pelas rodovias federais, com objetivo de conscientização e prevenção de acidentes.  Também foram realizadas ações operacionais direcionadas para o enfrentamento à criminalidade.

 

Fiscalização

Foram fiscalizados 467 veículos, abordadas 564 pessoas e realizados 207 testes de etilômetro para verificação de consumo de bebida alcoólica pelos condutores. Os radares estiveram em operação por mais de 17 horas durante o feriadão. Mais de 200 usuários da rodovia foram sensibilizados em palestras educativas.

 

Acidentes

Nas rodovias atendidas pelas unidades da PRF em Passo Fundo, Erechim e Lagoa Vermelha, foram registrado somente três acidentes de trânsito, em que se envolveram nove pessoas. Nenhum dos acidentes foi grave, somente duas pessoas envolvidas tiveram lesões leves ou escoriações.

 

Imprudência

Apesar das campanhas educativas e do esforço concentrado de fiscalização durante o período da operação, as equipes da PRF flagraram diversas imprudências nas rodovias da região. Foram flagrados 36 motoristas ultrapassando em local proibido, infração que é causa principal dos acidentes mais letais ocorridos nas rodovias: as colisões frontais. O valor da multa por ultrapassagem é de R$ 1467,35.

Onze motoristas foram flagrados por infração relacionada ao consumo de álcool. Cada um deles foi multado no valor de R$ 2934,70 e terá a CNH suspensa pelo período de um ano. Ainda, três deles estavam acima do limite previsto para o crime de embriaguez e foram presos. Eles responderão na justiça e a pena prevista para esse caso é de seis meses a três anos de detenção.

Os radares da PRF flagraram 228 condutores transitando em velocidade superior à permitida. O valor das multas varia de acordo com o excesso de velocidade verificado, sendo que a menor infração corresponde a R$ 130,16 e a maior a R$ 880,41.

A ocorrência mais inusitada foi verificada na BR 470 em Lagoa Vermelha. Os policiais abordaram uma criança de 13 anos conduzindo um automóvel GM Corsa na rodovia federal, na tarde de segunda-feira (30). O pai da criança estava no banco do passageiro. Eles foram multados no valor de R$ 1760,82 e o pai responderá pelo crime de entregar a direção do veículo a menor, expondo a risco a própria criança e os demais usuários.

Outra abordagem que demonstra a irresponsabilidade de alguns condutores no trânsito foi a de um automóvel Ford Escort, que transitava na BR 285 entre Passo Fundo e Mato Castelhano, na manhã de sexta-feira (27). O veículo transportava um senhor de cerca de 60 anos no porta-malas, juntamente com dois cães. O motorista foi multado e o passageiro que estava no compartimento de carga teve que desembarcar e seguir viagem em outro veículo.

 

Criminalidade

O motorista de um veículo Toyota Hilux SW4, de 37 anos, foi preso por porte ilegal de arma de fogo na tarde de sábado (27), na BR 285 em Passo Fundo. Ele portava uma pistola calibre 380 com 16 munições e responderá na justiça pelo crime que tem pena prevista de 2 a 4 anos de reclusão.

Já no encerramento da operação, no fim da noite de terça-feira, a PRF apreendeu uma carga de cerca de 16 mil carteiras de cigarro contrabandeado do Paraguai que era transportada em uma camioneta VW Spacefox, conduzida por um homem de 53 anos. Ele foi preso em flagrante e o veículo e a mercadoria foram apreendidos.

Fonte: Atmosfera online

Deixe uma resposta