Vigilância Sanitária realiza nova vistoria no Banco de Sangue do Alto Uruguai Gaúcho

Vigilância Sanitária realiza nova vistoria no Banco de Sangue do Alto Uruguai Gaúcho
Técnicos do CEVS – Centro Estadual de Vigilância Sanitária, do Estado do Rio Grande do Sul, e representantes da área técnica da 11ª Coordenadoria Regional de Saúde realizaram, nos dias 14 e 15, nova vistoria in loco no Banco de Sangue do Alto Uruguai Gaúcho.

Durante a inspeção, sempre criteriosa e pormenorizada, os técnicos acompanharam os processos de trabalho, desde a recepção até o abastecimento dos hemoderivados. Tiveram a oportunidade de verificar in loco as últimas melhorias alcançadas com o objetivo de qualificar os serviços hemoterápicos regionais, e repassaram sugestões importantes para aprimorar ainda mais o serviço.

No ano passado a ABERSE – Associação Beneficente dos Receptores de Sangue de Erechim protocolou pedido de concessão de Alvará Sanitário, após o processo de desinterdição da unidade, entendendo que os apontamentos foram devidamente equacionados. No início de março o administrador judicial, cirurgião dentista Jackson Arpini, manteve audiência com o secretário adjunto da Saúde, Dr. Francisco Paz, onde dialogaram sobre essa pendência, entre outros assuntos.

Um dos motivos da fiscalização foi verificar se todos os itens apontados como não conformidades foram regularizados, tendo em vista que a unidade retomou suas funções em setembro de 2016. Somente após a inspeção os técnicos poderão se posicionar no processo de concessão de Alvará Sanitário, fato que deve ocorrer em breve.

A unidade hemoterápica protocolou tal solicitação para regular a situação pendente e, também, para renovar o contrato de prestação de serviço aos SUS – Sistema Único de Saúde (contratualização), na busca de melhorias financeiras.

Para o administrador Jackson Arpini, essas vistorias rotineiras vêm ao encontro das necessidades do serviço. “Sempre entendemos como positivo a visita dos órgãos fiscalizadores, principalmente, quando a vistoria se dá no sentido de verificar o andamento dos processos de trabalhos e na orientação técnica em busca de melhorias permanentes para a unidade hemoterápica.”
FONTE: Jornal Boa vista

Artigo anteriorTORTA DE LIQUIDIFICADOR
Próximo artigoOutono começa nesta segunda-feira