Passo Fundo é a 7ª cidade mais rica do RS – Erechim

0
1746

A Fundação de Economia e Estatística (FEE) e as demais instituições estaduais, em conjunto e sob a coordenação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgam o Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios para 2014 (Referência 2010) e uma nova série histórica com retropolação dos dados até 2002.
Histórico

A série do PIB dos municípios do Rio Grande do Sul foi elaborada por uma metodologia própria da FEE até o ano de 1998. A partir de 1999, as estimativas passaram a ser desenvolvidas em conjunto pela FEE e demais órgãos estaduais de estatística, sob a coordenação do IBGE.

Resultados de 2014
Em 2014, o valor nominal do Produto Interno Bruto do RS foi de R$ 357,8 bilhões. O município com maior PIB foi Porto Alegre (R$ 64,0 bilhões), seguido por Caxias do Sul, Gravataí, Canoas, Santa Cruz do Sul, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Rio Grande, São Leopoldo e Pelotas. Os 10 maiores municípios do Estado representaram 42,2% do PIB total do RS (ante 42,7% em 2013). Esses municípios possuem, em geral, maior participação da indústria e dos serviços no VAB e menor participação da agropecuária. O setor serviços destaca-se como atividade mais importante nesses municípios, sendo responsável pela maior parte do valor gerado. Destaca-se também o fato de que são municípios bastante populosos, com população superior a 100.000 habitantes.

O maior setor de atividade no Rio Grande do Sul é o serviços, que gerou o total de R$ 208,6 bilhões em 2014 (58,3% do PIB do Estado), seguido pela indústria (20,2%) e pela agropecuária (8,1%). Já a estrutura dentro de cada município, de modo geral, diferencia-se da observada para o RS como um todo. Em 111 municípios, a agropecuária é a principal atividade. Já em outros 23 municípios, a indústria é o principal setor. Por fim, os serviços destacam-se em 363 municípios.

O maior VAB da agropecuária no Estado foi gerado no Município de Cachoeira do Sul (1,6% do VAB da agropecuária gaúcha). Já o Município de Caxias do Sul teve o maior VAB industrial do Estado (9,8% do setor), enquanto Porto Alegre destacou-se por ser o maior VAB de serviços do Estado (22,8% do setor).


Ganhos de participação
Em 2014, os municípios que tiveram maior ganho de participação no PIB do Estado foram Porto Alegre (0,45 p.p.), Santa Cruz do Sul (0,21 p.p.), Guaíba (0,18 p.p.), São Leopoldo (0,12 p.p.), Santa Maria (0,08 p.p.), Sapiranga (0,07 p.p.), Horizontina (0,07 p.p.), Pelotas (0,06 p.p.), Novo Hamburgo (0,059 p.p.) e Bento Gonçalves (0,058 p.p.). Já os que tiveram a maior queda de participação no PIB do Estado foram Canoas (-0,58 p.p.), Rio Grande (-0,39 p.p.), Triunfo (-0,34 p.p), Caxias do Sul (-0,19 p.p.), Passo Fundo (-0,11 p.p.), Aratiba (-0,11 p.p.), Erechim (-0,08 p.p.), Cruz Alta (-0,05 p.p.), Ijuí (-0,04 p.p.) e Tupanciretã (-0,039 p.p.).
– See more at: http://auonline.com.br/web/noticia.php?id=24106|passo-fundo-e-a-7a-cidade-mais-rica-do-rs-erechim#sthash.24YlgvIq.dpuf

Deixe uma resposta