NO AUGE DA RECESSÃO, BB DEMITE QUASE 10 MIL

0
1005

NO AUGE DA RECESSÃO, BB DEMITE QUASE 10 MIL
O Brasil vive a maior recessão de sua história, a equipe econômica vem sendo cobrada a lançar medidas de estímulo à economia, mas o Banco do Brasil não participará deste esforço.

Sob o comando de Paulo Cafferelli, o banco anunciou um plano de reestruturação que prevê o fechamento de 14% das agências, a demissão de mais de 9 mil funcionários e economias de R$ 750 milhões.

Na reformulação, 781 agências de um total de 5.430 deixarão de existir. Dos pontos fechados, 379 serão convertidos em postos de atendimentos.

Em seu comunicado ao mercado, o banco diz que a rede será adequada “ao novo perfil e comportamento dos clientes”, que seria mais digital.

Com a reforma, o Banco do Brasil terá menos agências do que o Bradesco, um de seus principais concorrentes.
Fonte Brasil 247.

Deixe uma resposta