Temporal derruba árvores e destelha casas no interior do RS

0
130

A chuva e o vento causam transtornos em pelo menos quatro regiões do Rio Grande do Sul na manhã desta terça-feira. O temporal destelhou casas e derrubou árvores e postes em diversas cidades. Há, ao menos, 112 mil sem energia

No Vale do Paranhana, uma das cidades mais atingidas foi Igrejinha, onde pelo menos oito residências e três escolas ficaram destelhadas. A cidade registrou ainda queda de árvores e falta de luz, principalmente na região que abrange o Loteamento Parque das Acácias 2. Na tarde de ontem, parte do telhado da fábrica de calçados Piccadilly foi arrancado. De acordo com a Defesa Civil, não há registros de feridos na região.

Na Serra gaúcha, ao menos três cidades sofrem com transtornos. Em Bento Gonçalves, há casas destelhadas e quedas de postes e árvores nos bairros Ouro Verde, Zatt e Santa Helena. Ao menos duas escolas tiveram os telhados danificados: a Estadual Ângelo Chiamolera e a Municipal Infantil Criança Feliz, que suspendeu as aulas nesta terça-feira. Já em Farroupilha, postes caíram e casas ficaram destelhadas. A Defesa Civil ainda contabilizava os estragos causados pelo vento. Ninguém ficou ferido.

Em Caxias do Sul, uma árvore de grande porte caiu na madrugada desta terça-feira entre as ruas Os Dezoito do Forte e Alfredo Chaves, no Centro, bloqueando a via. Os bombeiros já foram acionados e devem fazer a retirada. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Serrano, São José, Jardim Eldorado, Vila Seca e Vila Lobos estão sem energia elétrica em função de danos causados pelo temporal ainda do domingo.

O reparo já foi solicitado à concessionária de energia, mas ainda não há previsão para o restabelecimento da luz. Por isso, as cinco unidades não estarão ofertando vacinas nesta terça-feira. As doses, que precisam ser mantidas sob refrigeração, precisaram ser recolhidas. A imunização voltará a ser feita normalmente assim que a energia elétrica for restabelecida.

No Litoral Norte, apesar da forte chuva, não há registros de estragos, de acordo com a Defesa Civil.

 elétrica e ainda não há previsão para o restabelecimento do serviço.

No Noroeste do Estado, a chuva veio acompanhada de granizo e danificou diversas casas em Sarandi na noite de ontem. Ainda não há informações sobre a quantidade de residências atingidas e nem sobre a distribuição de lonas realizada pela Defesa Civil.

Já no Vale do Sinos, os ventos de cerca de 80 km/h causaram destelhamentos e quedas de árvore em Estância Velha. Segundo o Corpo de Bombeiros, os bairros mais afetados foram o Centro e o União. O telhado de um depósito de uma empresa na rua Presidente Lucena caiu. Apesar dos estragos, não houve feridos. Na mesma rua, árvores caíram sobre a rede elétrica e carros que estavam estacionados, mas não houve feridos. Além disso, uma árvore tombou na avenida Presidente Vargas próximo a um posto de combustível. Em Sapiranga, ao menos 13 casas ficaram destelhadas, segundo a Defesa Civil. E há diversas árvores e postes caídos.

Deixe uma resposta