Polícia prende grupo que comandava crimes de dentro de presídios no RS

0
764
A polícia prendeu preventivamente na manhã desta segunda-feira (28) nove pessoas que comandavam crimes de dentro de presídios no Rio Grande do Sul. Eles são investigados por praticar tráfico de drogas e extorsões. Dos nove, quatro estavam no Presídio de Santa Rosa, no Noroeste do estado.

Um foi preso em Cruz Alta, na mesma região; outro em Passo Fundo, no Norte, e mais outros três em Santa Rosa, também no Noroeste. Conforme a polícia, o grupo vendia drogas para detentos e os obrigava a comprar uma quantidade acima do que era consumido. Sem dinheiro suficiente, eles acabam extorquindo os familiares dos presos.

Conforme o delegado Ubijara Daniel Diehl, era vendido principalmente crack, “devido ao poder viciante”, e ainda era comercializado maconha. “A intenção era viciar (…) As extorsões chegavam a R$ 3 mil a R$ 5 mil”, disse.

Uma família chegou a pagar R$ 20 mil ao somar todos os depósitos, como apontou as investigações.

A polícia conseguiu identificar os usuários de drogas que, logo após, ajudaram a apontar os envolvidos. O delegado Vilmar Alaídes Schaefer, que coordenou a investigação, explica que foram apreendidos comprovantes de depósitos e cartões de créditos que eram usados para fazer as cobranças dos apenados. Observou que os usuários de drogas e seus familiares “sofriam severas ameaças de morte”.

A operação, chamada de Masmorra, contou com a participação de 135 policiais, entre delegados e agentes, e contou com o apoio da Superintendência de Serviços Penitenciários e da Brigada Militar. Também foi utilizado um helicóptero e mais de 30 carros da polícia.

Deixe uma resposta