No G-6, Inter valoriza repertório ofensivo e traça metas até parada para a Copa América

0
57

Com a vitória por 2 a 0 sobre o CSA, neste domingo (19), no Beira-Rio, o Inter chegou à ponta de cima do Brasileirão e ingressou na zona da fase preliminar da Libertadores. É o quinto colocado, com nove pontos, quatro abaixo do líder Palmeiras.  Destaque da partida, o garoto Nonato marcou o primeiro gol e ganhou pontos na briga com Patrick por vaga na equipe titular. Também de boa atuação, Edenilson anotou um golaço de fora da área. A meta, agora, é avançar na tabela.

 Temos objetivos bem claros até essa parada, que é estar no pelotão de frente do Brasileirão, entre os seis ou os quatro melhores. Queremos estar nesta zona da Libertadores para ter uma tranquilidade nesta parada e fazer um segundo semestre excelente  resumiu o goleiro Marcelo Lomba.

Na vitória sobre o retrancado time do CSA, o ponto mais valorizado pelo treinador foi o aumento no repertório de jogadas do time. Antes adepto do futebol de contra-ataque, o Inter vem apresentando outras armas para surpreender os rivais, especialmente aqueles que atuam mais fechados.

 Nós aumentamos o nosso repertório para conseguir os gols. Finalizamos de fora da área, trocamos passes e fizemos inversões. Nós trouxemos do ano passado a mesma consistência defensiva e estamos trabalhando as variações. A equipe agregou uma posse de bola e uma troca de passe. Sabemos o momento do contra-ataque e também de buscar um jogo de passe  valorizou o técnico Odair Hellmann.

Invicto no Beira-Rio no Brasileirão, a próxima meta para se manter na ponta de cima é melhorar o rendimento fora de casa. O adversário seguinte na competição é o Santos, no dia 26 de maio, na Vila Belmiro. O desfalque será o lateral Zeca, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

 Nós temos que melhorar fora, a gente sabe disso. Em casa, nós estamos fazendo a nossa parte. Precisamos melhorar fora para dar um salto de qualidade  avalia Edenilson.

Odair também entende que, para brigar pelo título, o Inter precisa melhorar o rendimento nas partidas fora do Beira-Rio.

 A gente sabe que, para se manter na parte de cima e disputar o título, temos que buscar resultados fora de casa. Para isso, precisamos buscar essa regularidade. Quem conseguir isso vai disputar a ponta de cima da tabela  analisou o técnico.

A grande preocupação a partir de agora é o zagueiro Rodrigo Moledo. Substituído aos 15 minutos do primeiro tempo, o defensor tem suspeita de lesão muscular e deve desfalcar a equipe colorada por período.

Odair confirmou que o volante Patrick ainda não está pronto para retornar à equipe. Logo, o garoto Nonato seguirá como titular. Com moral pelas boas atuações e pelos gols marcados, o meio-campista de 21 anos se credencia para se firmar de vez no meio-campo colorado.

 O Nonato é um jogador de qualidade, de bom passe, bom domínio e boa movimentação. Além disso, está agregando outras coisas. É um meio-campista que se adapta fácil a mudanças táticas. E que bom que ele fez mais um gol  elogiou o treinador.

O próximo compromisso do Inter é o Paysandu, na próxima quinta, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, no Beira-Rio. O jogo da volta, em Belém, está marcado para o dia 29 de maio. Confirmar a vaga nas quartas antes do recesso também é um dos objetivos do elenco.

 A Copa do Brasil é um torneio muito importante para nós. O valor financeiro é astronômico para o clube. Será um confronto duro. Já joguei algumas vezes em Belém, e  é um time de grande torcida. Por isso, temos que valorizar muito esta primeira partida  completou Marcelo Lomba.

Fonte: Gaúcha ZH

Deixe uma resposta