Fraude contra a melhor aluna do ENEM revela fragilidade do MEC

0
139

O site do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação, foi hackeado na noite da segunda-feira (30) após terem sido divulgados os resultados do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Vários estudantes foram inscritos em cursos escolhidos pelos hackers. Tereza Gayoso, de 23 anos, nota máxima na redação do exame e que pretendia cursar medicina, soube nesta terça-feira (31) que havia sido inscrita em produção de cachaça. Falha expõe mais uma fragilidade do MEC.

Deixe uma resposta