Concurso na Expointer elege os melhores produtos da agroindústria familiar

0
42

Concurso na Expointer elege os melhores produtos da agroindústria familiar

Para estimular e incentivar a constante melhoria da qualidade da produção, a Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) promoverá na Expointer o 6° Concurso de Produtos da Agroindústria Familiar. Nesta segunda (28) e terça-feira (29), dezenas de jurados analisarão os produtos de 10 categorias para indicar o vencedor. Nesta segunda-feira será a vez do vinho (tinto de mesa seco, tinto fino seco e suco de uva integral), do salame (tipo italiano e tipo colonial) e do mel. Na terça-feira será a vez do queijo colonial e da cachaça (cachaça prata e cachaça envelhecida premium e extra premium). Confira no quadro abaixo do texto os horários dos concursos, que serão realizados no espaço da SDR no Pavilhão da Agricultura Familiar.

Com o concurso, o governo do Estado incentiva os produtores para que continuem qualificando seus produtos e processos, tornando os produtos competitivos e aceitos no mercado formal”, diz o secretário da SDR, Tarcisio Minetto.

Serão dezenas de jurados envolvidos no certame, entre professores, pesquisadores, chefes de cozinha, estudiosos e jornalistas. Em um espaço dentro da Feira da Agricultura Familiar na Expointer, eles analisarão às cegas as amostras de produtos que serão coletadas no Pavilhão da Agricultura Familiar no dia anterior ao julgamento. Ou seja, os produtos terão apenas um código, sem rótulos que permitam identificar a marca ou origem do produto. A comissão julgadora deverá avaliar os produtos de acordo com os parâmetros e normas técnicas pré-definidas pela comissão técnica do concurso.

Em cada segmento, o produto que receber melhor pontuação será classificado como 1° colocado e receberá uma medalha condecorativa correspondente. A solenidade de premiação ocorrerá na quinta-feira (31), às 16h. 

As agroindústrias concorrentes se inscreveram previamente, preenchendo vários pré-requisitos. Os empreendimentos familiares estão inclusos no Programa Estadual de Agroindústria Familiar (Peaf) e têm produtos registrados no órgão sanitário competente, embalados, rotulados e dentro do prazo de validade.

Nas categorias Queijo Colonial, Salame tipo Italiano e Salame Colonial, precisaram apresentar cópia do laudo de análise microbiológica oficial realizada nos últimos três meses. Para as categorias de Salame tipo Italiano e Mel, foram exigidas análise físico-química do produto, e na de Salame tipo Italiano, o teor de umidade na análise.

O concurso é promovido pela SDR, com apoio da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Emater/RS, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Associação dos Produtores de Cana-de-Açúcar e Seus Derivados no Estado do Rio Grande do Sul (Aprodecana) e Embrapa Uva e Vinho.

Deixe uma resposta