Caminhoneiros protestam em rodovias gaúchas pelo quarto dia

0
88

Desde o início da manhã, os caminhoneiros estão mobilizados às margens de rodovias gaúchas no quarto dia de protestos. As manifestações ocorrem em pelo menos 40 cidades, segundo o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM). O protesto não impede o trânsito de veículos de passeio nas rodovias federais e estaduais, contudo afeta serviços essenciais, como transporte público: os ônibus de Porto Alegre estão circulando de forma emergencial – adotando a tabela de horários de sábado.

Alguns postos de combustíveis também estão sem gasolina e diesel. De acordo com o Sindicato Intermunicipal do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes no Estado do Rio Grande do Sul (Sulpetro), os municípios afetados são Três Coroas, Igrejinha, Erechim, Torres, Canguçu, Pelotas, Osório, Uruguaiana, Bagé, Encantando, Cachoeira do Sul, Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Santa Vitória do Palmar. Essa última, inclusive, decretou estado de calamidade pública. Preocupados com a falta de combustível, muitos motoristas foram filas em postos que ainda têm o produto.

Já as revendedores de gás liquefeito de petróleo (GLP) também relatam a falta do recebimento do combustível das distribuidoras.  As áreas mais afetadas são as regiões Sul e Metropolitana que registram falta total na entrega de gás pelas distribuidoras. Em Bagé, Torres e Três Cachoeiras, alguns têm gás para apenas um dia de consumo.

Confira os pontos de protesto

Deixe uma resposta