Bolsas abrem em forte queda após Trump restringir viagens da Europa para os EUA

0
255

As principais bolsas da Europa iniciaram a quinta-feira (12) com baixas superiores a 5%, poucas horas depois do anúncio do presidente americano, Donald Trump, que proibiu as viagens de estrangeiros procedentes de Europa aos Estados Unidos, devido ao coronavírus.

Nos primeiros minutos do pregão, o índice FTSE-100 de Londres perdia 5,28%, o CAC 40 de Paris recuava 5,11%, e o Dax de Frankfurt cedia 5,32%. Em Madri, o Ibex 35 recuava 5,5% e, na Suíça, o índice SMI perdia 4,77%.

Ao mesmo tempo, o índice FTSE MIB de Milão operava em queda de 1,53%, um dia depois do anúncio do fechamento de todos os estabelecimentos comerciais na Itália, com exceção farmácias e supermercados.

As bolsa europeias registram a mesma tendência dos mercados asiáticos, que fecharam com baixas significativas. A Bolsa de Tóquio caiu 4,41% e a de Hong Kong 3,66%.

No Golfo, os mercados, também afetados pela guerra de preços do petróleo, iniciaram a quinta-feira em baixa: Riad perdia 4,11%, Dubai cedia 7,79% e Abu Dhabi 6,45%.

Fonte: Gaúcha ZH

Deixe uma resposta